sábado, 27 de agosto de 2016

,

A vida louca dos Reis e Rainhas de Portugal - Review/ Opinião


"Reis dados a saias e com amantes mas que, apesar dos deleites mundanos, amaram suas esposas. De distintas inclinações sexuais. Tarados, cumpridores ou simplesmente indiferentes ao tema.
Rainhas fanáticas e tiranas. Sedutoras e ninfomaníacas. Vingativas, manipuladoras, cruéis e sem escrúpulos. Rainhas de gostos variados nas relações e na intimidade. Reis que mataram inimigos e depois lhes trincaram os corações.
Reis que recusaram pagar os impostos ao papa porque o povo não tinha dinheiro. Rainhas vítimas do mau génio do marido. Rainhas que morreram sós e na miséria. Supersticiosas. Que tinham visões e ouviam vozes quando estavam sozinhas.

Dívidas, burlas, paixões, grandes conquistas, amores impossíveis, traições, assassínios e escândalos. Os episódios escondidos pelos relatos oficiais."


Hoje deixo-vos com a Review / Opinião sobre o livro A vida louca de Reis e Rainhas de Portugal, dos autores Orlando Leite, Raquel Oliveira e Sónia Trigueirão. Sou fascinada por história, apesar de não ter gostado de marrar para a disciplina de história pois sempre fui uma rapariga das matemáticas, químicas e físicas, no entanto adoro saber mais sobre a história de Portugal e não só. Adoro visitar monumentos que fazem parte da história! E portanto, este género de livros também fazem parte do meu role de favoritos.
Este livro é muito fácil de ler: está organizado por ordem cronológica, desde da fundação do reino até ao fim da monarquia, divido por dinastias e, por sua vez, dividido por reis e as suas respectivas rainhas. O livro tem cerca de 220 páginas e eu li-o em 3 dias. Realmente, mostra-nos que sempre houve problemas no nosso país, e que a realeza estava longe de ser perfeita. Obviamente que muitos acontecimentos também contribuíram para isso. Entre escândalos, filhos ilegitimos, traições e afins, este livro conta-nos tudo.
Para quem gosta da história de Portugal, é um livro obrigatório!

By Lum

Continue reading A vida louca dos Reis e Rainhas de Portugal - Review/ Opinião

domingo, 21 de agosto de 2016

,

A Filha da Profecia, de Juliet Marillier - Review/ Opinião


"Fainne foi criada numa enseada isolada da costa de Kerry, com uma infância dominada pela solidão. Mas o pai, filho exilado de Sevenwaters, ensina-lhe tudo o que sabe sobre artes mágicas. Esta existência pacífica é ameaçada pelo surgimento da avó da rapariga, a terrível lady Oonagh, que se impõe na vida na neta. Com a perversidade que a caracteriza, a feiticeira informa Fainne do legado que traz dentro de si: o sangue de uma linhagem maldita de feiticeiros, incutindo na jovem um sentimento de ódio profundo e, ao mesmo tempo, incumbindo-a de uma tarefa que a deixará aterrorizada. Enviada para Sevenwaters com o objectivo de destruí-la, Fainne irá usar todos os seus poderes mágicos para impedir o cumprimento de uma profecia."

Hoje deixo-vos com uma review/opinião sobre o livro A Filha da Profecia, da autora Juliet Marillier. Este é o 3º livro da Trilogia Sevenwaters. Sou uma fã da trilogia, já li os dois primeiros livros e adorei, este não foi excepção.
Tal como os anteriores, este livro continua a centrar-se na família de Sevenwaters. No primeiro livro a personagem central era Sorcha, no segundo livro era Liadan, filha de Sorcha; este 3º livro centra-se em Fainne, filha de Niamh e neta de Sorcha. Mais uma vez é necessário ler os livros anteriores para entender a continuidade da história.
Fainne é filha do amor proibido entre Ciáran e Niamh (uma vez que são familiares directos), criada apenas pelo pai, pois Niamh morreu quando Fainne ainda era pequena. Ciáran educou-a segundo a educação druida, mas também ensinando alguns truques de feitiçaria. Vivem os dois sozinhos, apenas é visitada no Verão por Darragh, um filho de um nómada. 
Tudo muda, quando aparece a sua avó, a feiticeira Lady Oonagh que lhe ensine a arte mágica e lhe incute uma missão: a de destruir a profecia (profecia da recuperação de umas ilhas) assassinando o filho da profecia, fazendo chantagem com ela através do medo.
Assim, Fainne é enviada para Sevenwaters para cumprir com essa missão, no entanto, vê-se de caras com os laços familiares com as primas e tudo começa a ser posto em causa: deverá ela seguir com a missão que poderá destruir a família do lado da mãe ou desafiar a avó, uma feiticeira forte e por em causa a sua vida, a vida de seu pai e de todos aqueles que lhe são queridos? Uma decisão difícil, uma missão muito complicada! Só Fainne poderá decidir o que fazer.

Um livro muito bom, com um final inesperado! Adorei! E tal como os dois primeiros não desilude! Quem leu e gostou dos dois primeiros livros (A filha da floresta e O filho das Sombras), tem obrigatoriamente que ler este.

Recomendo!

By Lum


Continue reading A Filha da Profecia, de Juliet Marillier - Review/ Opinião

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Lanche Saudável

Quem me conhece, sabe que eu tenho algumas restrições alimentares: não posso comer nada que tenha lactose! Parece pouco, mas a lactose até em batatas fritas de pacote com sabor está presente, queijo (adoro queijo...), iogurtes, bolachas, manteiga, chocolate, natas, gelados e todas as sobremesas que levem leite condensado.
Já tinha comentado cá no blogue sobre esta intolerância e que custa, quando vamos a um restaurante e somos obrigadas a fazer as perguntas da praxe e nos olham como se fossemos extraterrestres ou, até uma coisa tão simples como nos sentar-mos numa esplanada agora de Verão a comer um gelado: é algo que não posso fazer, pois ainda não há alternativas para mim.

No entanto, existem já muitas alternativas (cada vez mais! :D ) nos supermercados e dietéticas.. à cerca de 8 meses voltei a poder comer chocolate normal e bolachas, pois encontrei isso tudo sem lactose. Já há alternativas a quase tudo, excepto para o leite condensado... esse tenho que o fazer em casa (demora séculos e dá um pouquinho de trabalho, apesar de ser simples).

Mas colocando estas situações de parte, a minha médica e nutricionista sempre me falaram em fazer uma alimentação saudável, tendo que diminuir muito no pão que comia (comia imenso pão, cerca de 3 a 4 por dia :x ). Neste momento, principalmente quando estou em casa, embora também o faça quando estou no trabalho, faço algumas "misturas" com iogurte (de soja, aveia, etc), flocos de aveia, bolachas e fruta.

Hoje foi assim:

O que "misturei"? Bem, não tenho a noção de quantidades, pois ponho a olho/ a gosto:
Iogurte Alpro Baunilha
Flocos de Aveia
Bolachinhas de Chocolate (sem lactose)
Framboesas (vermelhas e amarelas)


Confesso que estava mesmo saboroso, sacia a fome e é bem fresquinho, ideal para o Verão!

E vocês, também fazem este tipo de lanches? 

By Lum 

Continue reading Lanche Saudável

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Incêndios no país :(



Hoje acordei com um cheiro a queimado infernal... Ao abrir os estores, deparei-me com um dia assim: cinzento, apesar do sol que tenta espreitar por entre esta nuvem de fogo! Nuvem esta que parece nevoeiro... Quando é que este inferno vai parar?! 


Sendo o distrito de Aveiro (distrito onde resido) um dos mais fustigados com os incêndios (Arouca, Águeda, Santa Maria da Feira, Albergaria-a-Velha, Anadia....), não fico indiferente ao ver tudo a arder.. paisagens lindíssimas que agora não passam de um manto negro.

Custa ver todos os dias nas noticias, a nossa bela paisagem a arder, o desespero das pessoas a tentar proteger o que é seu.. 

Entretanto, vemos noticias que nos revoltam, como incendiários que são libertados... para voltar a fazer o mesmo! Olhem o responsável pelo fogo na Madeira, reincidente, voltou a atear fogo, lançando um verdadeiro inferno sobre a ilha... Quando questionado sobre o porquê de o ter feito, responde que não sabe. Ora, era darem-lhe um enxerto de porrada e depois dizer "não sei porque o fiz"! 

Penas pesadas para todos os incendiários!! Isto é terrorismo contra o nosso belo país!!!
E aos juízes que os libertam, pena nunca terem passado por este inferno e verem-se na situação complicada de tentar proteger os seus bens e não conseguirem... se calhar aí, pensavam de maneira diferente........

Peço desculpa pelo desabafo de revolta, mas é mesmo angustiante e triste ver o nosso belo país tornar-se num manto negro, enquanto pessoas perdem tudo, o ecossistema é destruído, e até mesmo vidas se perdem!


Só me resta dizer um grande bem haja e força para todos os nossos bombeiros!! São uns heróis!!!
‪#‎PrayForPortugal‬

By Lum
Continue reading Incêndios no país :(

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Perfumes

Quem me conhece, sabe que adoro perfumes! Mas a verdade é que nunca falei muito sobre os perfumes que tenho usado, aqui no blog.

Daí ter pensado, porque não um post mostrando e falando nos perfumes que usei nos últimos tempos?

Como disse são uma fã de perfumes, não saio de casa sem usar. Mas também sou um pouco esquisita em relação aos cheiros e principalmente o tempo que duram.

Aqui vão eles:

Juliette Has a Gun, da Miss Charming

Opinião: Gostei do perfume, tem um cheiro mais floral, dura pelo menos até meio do dia. É agradável e não é muito forte. Um ponto negativo: o preço! É caro, estando no mesmo patamar de perfumes como Hugo Boss. Pode-se encontrar este perfume na loja Perfumes & Companhia.


Lady, da Bottega Verde

Opinião: Este perfume tem um cheiro mais adocicado. Não dura tanto tempo como o anterior, mas o cheiro é muito agradável e apesar de ter um cheiro doce, não é um cheiro forte nem enjoativo. Infelizmente, ultimamente não tenho encontrado este perfume à venda na loja Bottega Verde (tanto online, como na loja cá na minha zona de residência).



E é isto, neste momento comecei a experimentar outro e assim que possível, falarei dele também.

E vocês, conhecem ou já usaram algum destes perfumes?

By Lum

Continue reading Perfumes