Epica - The Holographic Principle

sábado, março 18, 2017 0 Comments A+ a-


Já foi uma aquisição feita em Outubro do ano passado, mas ainda vai a tempo!
Adorei este álbum, surpreendeu pela positiva, apesar do primeiro single não ter sido o melhor (apesar de até gostar da música).
Mas vamos por música:
1. Eidola - Adorei este intro! Tem uma orquestra e um coro fantástico. Mas Epica tem sempre intros espectaculares, porque haveria este de ser diferente? :P

2. Edge of Blade - Foi o 1º single, eu pessoalmente gosto da música, mas o álbum é bem melhor! O videoclip é engraçado, mas estranho! A Simone utiliza uma forma de cantar um pouco diferente nesta música.

3. A Phantasmic Parade - Gosto bastante desta música, adoro os coros (mais uma vez ehehehe). Uma música bem ao estilo de Epica, com a voz da Simone no seu registo normal.

4. Universal Death Squad - A primeira música do álbum a sair para a internet. É uma musica mais pesada, com os guturrais do Mark bem presentes. Esta música tem um versão acústica que gosto muito e que vem na versão digipack do álbum, adoptando o nome de "Universal Love Squad". 

5. Divide and Conquer - Uma música também ao estilo dos Epica, que me faz lembrar um pouco o "Design your Universe".

6. Beyond the Matrix - É o 3º single do álbum. Adoro esta música, fica no ouvido, tem uma letra que adoro e uns coros bem fixes. Foi das músicas que mais ouvi. Possui uma versão acústica na versão digipack, chamada "Beyond the Good, The Bad and the Ugly", que também está muita fixe.

7. Once Upon a Nightmare - É uma espécie de balada, ao estilo da "Chasing the Dragon". Adoro esta música.

8. The Cosmic Algorithm - É uma música também mais pesadota, mas foi a que menos ouvi do álbum. Não é que não goste da música, simplesmente não teve aquele impacto.. Tem também uma versão acústica na versão digipack chamada "The Funky Algorithm", que é bastante divertida e animada.

9. Ascension - Dream State Armageddon - A minha música preferida do álbum! Adoro os guturrais, a voz da Simone, os coros, o som pesado!!

10. Dancing in a Hurricane - A minha segunda música preferida do álbum! Adoro o som desta música e a própria letra :) Tem uma versão acústica na versão digipack, chamada "Dancing in a Gypsy Camp", que está muito porreira também. Das músicas que mais ouço deste álbum!

11. Tear Down Your Walls - Mais uma música ao estilo da Epica. É bastante boa, apesar de não ser das músicas que mais ouço deste álbum.

12. The Holographic Principle - A Profound Understanding of Reality - A música mais longa do álbum com cerca de 12minutos, mas confesso que ao ouvi-la, nem damos por esse tempo passar. Excelente música, tal como Epica sempre nos habituou em todos os álbuns.

Na versão digipack, além das músicas acústicas já faladas, também tem a música "Immortal Melancholy". É uma balada cantada apenas pela Simone, muito calma e que eu adoro!

Olhem só para esta música cantada ao vivo, adoroooo:

Sei que eles vêm ao VOA (o antigo Vagos Open Air, que era em Vagos, mas agora passou para Corroios, confesso que não entendi a mudança e não gostei da ideia, mas pronto!) este ano. Podiam dar um saltinho ao Porto como sempre fazem, porque eu iria lá estar, para os ver pela 3ª vez.

Da última vez, consegui que me assinassem o álbum. eheheheh

E vocês, gostaram do álbum?

By Lum

The White Queen - Serie (2013)

domingo, março 12, 2017 0 Comments A+ a-


"Na Inglaterra de 1464, antes da Dinastia Tudor assumir o poder, a luta pelo trono era travada entre dois lados da mesma família: os York e os Lancaster. Dos York, o jovem e belo Eduardo IV é coroado rei, com a ajuda do manipulador Lorde Warwick (James Frain). Mas quando ele se apaixona por Elizabeth Woodville (Rebecca Ferguson), do clã Lancaster, todo o plano de Warwick pode ir por água abaixo. Uma história de amor, sedução, assassinato e traição de uma das eras mais turbulentas da Inglaterra, contada pela visão de três mulheres tão belas quanto fortes: Elizabeth Woodville, Margaret Beaufort (Amanda Hale) e Anne Neville (Faye Marsay). "


Já vi esta serie à algum tempo, e gostei muito! Baseada no livro "The Women of the Cousins’ War" da autora Phillippa Gregory, e centra-se no período da Guerra das Rosas, onde a família York e Lancaster lutam pelo trono de Inglaterra. O rei Edward IV, da família York,  é coroado com a ajuda do seu primo Lord Warwick. No entanto, o rei apaixona-se por Elizabeth Woodville, da família Lancaster: uma víuva, mãe de dois filhos, acabando por casar com ela e torna-la rainha de Inglaterra. É aqui que começa uma nova guerra pelo trono, uma vez que Lorde Warwick não aceita este casamento, conspirando contra o rei. 
Em segundo plano, começamos também por conhecer a história de Margaret Beaufort, que casou um um Tudor, de quem teve um filho chamado Henrique. Não pôde criar o filho, uma vez que este foi entregue ao seu tio. Margaret profetiza que o seu filho, Henrique Tudor será rei.
A serie é constituída por apenas uma temporada e conta a vida toda do rei Edward, até ao final da Guerra das Rosas e início da dinastia Tudor.

Uma história cheia de enredo, amor, e traição. Aconselho vivamente!!

By Lum

Ìnclita Geração, de Isabel Stilwell

quarta-feira, março 01, 2017 0 Comments A+ a-


"Isabel, tal como a sua mãe, D. Filipa de Lencastre, casava tarde. E a ideia de deixar Portugal, o pai envelhecido, os cinco irmãos e Lopo, irmão de leite e melhor amigo, para partir para um país longínquo atormentava-lhe o coração. Mas Isabel sabia que nascera para cumprir um destino, ser a Estrela do Norte, que firme no céu indica o caminho."

Mais um livro de Isabel Stilwell que adorei! Mais uma história envolvente, desta vez sobre Isabel de Borgonha, filha de D, Filipa de Lencastre. Uma mulher inteligente, principalmente a gerir o reino, no entanto traída pelo marido vezes sem conta. Foi a ultima descendente de D. Filipa de Lencastre e D. João I a falecer e a única que não está sepultada no Mosteiro da Batalha.

É realmente uma história de uma mulher forte e inteligente, que acaba por ser uma inspiração, tal como a sua mãe.
Um livro a ler depois do livro Filipa de Lencastre (assim é possível compreender muito melhor a história, uma vez que quase parece uma continuação).
Aconselho!

By Lum