A Filha da Profecia, de Juliet Marillier - Review/ Opinião

domingo, agosto 21, 2016 0 Comments A+ a-


"Fainne foi criada numa enseada isolada da costa de Kerry, com uma infância dominada pela solidão. Mas o pai, filho exilado de Sevenwaters, ensina-lhe tudo o que sabe sobre artes mágicas. Esta existência pacífica é ameaçada pelo surgimento da avó da rapariga, a terrível lady Oonagh, que se impõe na vida na neta. Com a perversidade que a caracteriza, a feiticeira informa Fainne do legado que traz dentro de si: o sangue de uma linhagem maldita de feiticeiros, incutindo na jovem um sentimento de ódio profundo e, ao mesmo tempo, incumbindo-a de uma tarefa que a deixará aterrorizada. Enviada para Sevenwaters com o objectivo de destruí-la, Fainne irá usar todos os seus poderes mágicos para impedir o cumprimento de uma profecia."

Hoje deixo-vos com uma review/opinião sobre o livro A Filha da Profecia, da autora Juliet Marillier. Este é o 3º livro da Trilogia Sevenwaters. Sou uma fã da trilogia, já li os dois primeiros livros e adorei, este não foi excepção.
Tal como os anteriores, este livro continua a centrar-se na família de Sevenwaters. No primeiro livro a personagem central era Sorcha, no segundo livro era Liadan, filha de Sorcha; este 3º livro centra-se em Fainne, filha de Niamh e neta de Sorcha. Mais uma vez é necessário ler os livros anteriores para entender a continuidade da história.
Fainne é filha do amor proibido entre Ciáran e Niamh (uma vez que são familiares directos), criada apenas pelo pai, pois Niamh morreu quando Fainne ainda era pequena. Ciáran educou-a segundo a educação druida, mas também ensinando alguns truques de feitiçaria. Vivem os dois sozinhos, apenas é visitada no Verão por Darragh, um filho de um nómada. 
Tudo muda, quando aparece a sua avó, a feiticeira Lady Oonagh que lhe ensine a arte mágica e lhe incute uma missão: a de destruir a profecia (profecia da recuperação de umas ilhas) assassinando o filho da profecia, fazendo chantagem com ela através do medo.
Assim, Fainne é enviada para Sevenwaters para cumprir com essa missão, no entanto, vê-se de caras com os laços familiares com as primas e tudo começa a ser posto em causa: deverá ela seguir com a missão que poderá destruir a família do lado da mãe ou desafiar a avó, uma feiticeira forte e por em causa a sua vida, a vida de seu pai e de todos aqueles que lhe são queridos? Uma decisão difícil, uma missão muito complicada! Só Fainne poderá decidir o que fazer.

Um livro muito bom, com um final inesperado! Adorei! E tal como os dois primeiros não desilude! Quem leu e gostou dos dois primeiros livros (A filha da floresta e O filho das Sombras), tem obrigatoriamente que ler este.

Recomendo!

By Lum